Quem somos nós

por Furoa

No mundo atual há muita informação e nós não sabemos como lidar com isso tudo. Uma das consequências é que não sabemos mais quem nós somos. O consumismo tenta saciar isso, mas não dá certo porque quando o ter é mais importante que o ser, nós somos transformados em coisas. Para sermos felizes temos que encontrar a nossa humanidade. Mas como vamos encontrá-la?

 

Em primeiro lugar, precisamos nos desligar da rapidez do mundo atual. A gente faz muitas coisas atualmente, mas não entedemos de verdade o que estamos fazendo. Nós só aprendemos algo quando dedicamos um bom tempo e muita concentração. Isso tem se perdido nos últimos anos. Faça uma coisa de cada vez e tenha paciência. As melhores coisas da vida vêm com o tempo.

Em segundo lugar, precisamos reconhecer que só somos humanos quando estamos em contato com Deus.

O cristianismo primitivo dizia que Deus não é uma pessoa que fica ditando ao mundo o que Ele quer que aconteça, mas sim que Deus é Aquilo que não podemos entender e que existe sem precisar de ninguém. Deus pode existir sem a gente, mas nada existe sem Deus.

 

Creio que nós encontramos Deus em três lugares principais: na natureza (Romanos 1:20), dentro de nós (Romanos 2:15) e nos outros.

É maravilhoso estar no meio da natureza, esquecer de toda a correria da cidade, concentrar no momento e simplesmente sentir a criação de Deus. Isso fortifica muito a nossa relação com Ele.

Nós vivemos uma vida plena quando seguimos o propósito de Deus que está escrito em nossos corações. O Pai quer que amemos o próximo como a nós mesmos e Ele quer um amor tão grande que exige que deixemos de lado a nossa própria vida pelo bem dos outros (Marcos 8:35). Quando vivemos essa Lei implantada em nós, nos encontramos com Deus em nós mesmos e nos outros.

Certos grupos africanos tem um conceito chamado Ubuntu. A ideia por trás desse conceito é que só somos humanos quando estamos em contato com outros humanos. É muito comentado que o ser humano é um animal social e isso é verdade, mas estamos deixando isso de lado. Nós conversamos de mais por celular e pela internet e nos esquecemos de ter um relacionamento profundo, um encontro entre as pessoas sem Twitter, Facebook e Whatsapp no meio. Quanto mais recuperarmos esse contato profundo entre nós e as outras pessoas, seremos mais felizes.

Desligue-se da internet um pouco, encontre tempo para simplesmente bater papo à toa com seus familiares e amigos, vá para o meio da natureza e deixe seus equipamentos eletrônicos (inclusive a câmera) em casa. Lembre-se: só encontramos a nossa razão de existir em Deus, que se manifesta na natureza e nas pessoas.

 

Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! — Salmos 133:1

Anúncios