Imagem e semelhança

por Furoa

Deus disse: “Façamos os seres humanos à nossa imagem, de forma que reflitam a nossa natureza. Para que sejam responsáveis pelos peixes no mar, pelos pássaros no ar, pelo gado e, claro, por toda a terra, por todo animal que se move na terra”.

E Deus criou os seres humanos; criou-os à semelhança de Deus, refletindo a natureza de Deus. Ele os criou macho e fêmea e, então, os abençoou:

“Cresçam! Reproduzam-se! Encham a terra! Assumam o comando! Sejam responsáveis pelos peixes no mar e pelos pássaros no ar, por todo ser vivo que se move sobre a terra”.

Gênesis 1:26-28

 

Quando, no começo do texto, Deus diz “façamos os seres humanos à nossa imagem, de forma que reflitam a nossa natureza”, ele está falando com o Universo. Isso significa que Deus criou a humanidade à imagem dele e à imagem do Universo, ou seja, os seres humanos têm a essência de Deus (espiritual) e do Universo (físico). Se deixarmos de lado nossa dimensão espiritual, viveremos em um materialismo e se, por outro lado, vivermos apenas a dimensão espiritual, nos afastaremos de tudo de bom que a criação de Deus oferece. Enquanto negarmos que nossa natureza é espiritual e material, seremos as pessoas mais infelizes do mundo.

 

No campo espiritual, precisamos de um relacionamento intenso com Deus, ir além do mundo físico (transcender) e chegar a um lugar onde palavras não conseguem dizer nada. Precisamos perceber Deus em tudo o que fizermos (1 Tm 5:17) e estar sempre em contato com ele.

No campo físico, precisamos nos preocupar com os outros e com a natureza. Precisamos amar as pessoas, nos alegrar com elas, servi-las e perdoá-las. Também precisamos cuidar da natureza, das florestas, dos animais e etc.

 

Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus para nos relacionar com ele, com a natureza e com as pessoas.

Anúncios