Pecado

por Furoa

Imagine que você está em sua casa, desempregado e seu telefone toca. Você atende e é a Shell te oferecendo um emprego como gerente de produção.

— Nesse cargo, você terá que administrar todo o nosso sistema de produção, encomendar os materiais e gerenciar os funcionários — diz um funcionário da Shell no telefone — E você começará o serviço ganhando 8 mil reais por mês.

A proposta é tentadora e você, obviamente, marca uma entrevista.

Logo depois, você abre um site de notícias e vê: “Shell está destruindo o Ártico”. O você faria? Você desistiria desse emprego?

A sua decisão estará baseada naquilo que você entende como pecado. Se você é como a maioria e entende que pecado é tudo aquilo que vai contra a Bíblia, provavelmente não vai achar errado aceitar esse emprego, afinal, até onde você conhece da Bíblia, a terra só vai piorar mesmo.

Mas existe um grande perigo em entender pecado assim. Essa definição é muito ampla e desconsidera o fato de que erramos muitas vezes ao interpretar a Bíblia. Inúmeros textos dela nos mandam cuidar da criação, mas poucos cristãos sabem disso.

Por isso, creio que a melhor definição para pecado seja: tudo aquilo que faz mal a alguém ou à natureza. Seguindo essa definição, você não aceitaria o emprego e estaria seguindo os princípios bíblicos.

Também é preciso entender que pecado, além de ser tudo aquilo que faz mal a alguém ou à natureza, é algo que está em todos os seres humanos. Todos nós cometemos erros.

Por errarmos na interpretação da Bíblia, excluímos inúmeras pessoas e não cuidamos dos nossos próprios erros. Andy Gill postou no Twitter algo extremamente interessante: “Jesus não disse ‘amem o pecador e odeiem o pecado’, mas sim ‘amem o pecador e cuide do seu próprio pecado'”. Existem na igreja muitas pessoas que oprimem o pobre e se acham santas por não terem nenhuma tatuagem.

Não podemos ser legalistas e hipócritas. A vontade de Deus está implantada em nós e na natureza, não depende de uma interpretação conservadora da Bíblia. Precisamos nos atentar às palavras de Jesus: viver em amor ao Pai e ao próximo e lembrar que não somos melhores que ninguém.

Quem não tem pecado que atire a primeira pedra.

Anúncios