Uma coisa de cada vez

por Furoa

Os seres humanos sempre viveram sem nada instantâneo. Se estivessem com fome, precisavam colher os ingredientes e temperos, fazer a fogueira e então cozinhar. Caso precisassem aprender alguma coisa, iam a bibliotecas, liam vários livros, conversavam, participavam de aulas ou descobriam a coisa na prática. Isso tudo era trabalhoso e levava tempo.

Hoje no mundo do Google, do miojo e do McDonalds tudo está na palma da mão. Não estudamos e nem comemos direito. Sabemos tudo que precisamos pesquisando no celular e comemos rapidamente o lanche que pedimos no fast-food.
Com tantas informações para absorver (Facebook, Twitter, sites de notícia, blogs, etc) não temos mais tempo para nada e isso tem levado a sérias consequências. Nós não nos exercitamos mais, comemos comida de baixa qualidade, não aprendemos nada direito e não conseguimos viver um momento de cada vez.

O ser humano nasceu para ser lento, ele precisa de tempo e só consegue fazer bem uma coisa de cada vez. Se nós vivermos com isso em mente, iremos redescobrir o prazer de se exercitar, ressuscitaremos o nosso paladar morto que acha Trakinas gostosa, vamos aprender verdades profundas sobre a vida e saberemos aproveitar até o tédio.
Se você, por exemplo, lesse esse texto sem correr e sem pensar em mais nada, entenderia o que estou dizendo.

Anúncios