Guardar tesouros no céu

por Furoa

Duas visões bíblicas, aparentemente contraditórias, sobre como encarar a vida

Muita gente ou vive sem se preocupar com as consequências do que faz ou despreza a beleza da vida. E ambos os lados conseguem apoio na Bíblia para defender o que acreditam.

Aqueles que creem que devemos viver sem reservas usam o texto de Salomão em Eclesiastes:

Vale a pena o homem comer e beber, aceitar o seu lugar na vida e aproveitar tudo o que conseguir com o seu trabalho debaixo do sol, durante os poucos dias que Deus o deixa viver, pois essa é a sua recompensa.

É claro que também é muito bom se o homem recebe riquezas do Senhor, e tem boa saúde para aproveitá-las. Aceitar o seu destino e aproveitar aquilo que ganha, isso é sem dúvida um presente de Deus.

A pessoa que fizer isso não precisará olhar para trás e se preocupar com a brevidade da vida, porque Deus encheu seu coração de alegria. (Ec 5.18-20, Nova Bíblia Viva)

E os seus adversários que desprezam a vida, muito parecidos com uma seita chamada de gnósticos, se aproveitam da fala de Jesus no Sermão do Monte:

Não se preocupem em acumular riquezas aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam.

Guardem, sim, tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem roubam!

Pois onde estiverem as suas riquezas, lá estará também o seu coração. (Mt 6.19-21, Nova Bíblia Viva)

Por mais que os dois textos sejam usados para dois fins completamente diferentes, eles não são contraditórios. Salomão diz que é bom aproveitar a vida, mas também afirma que as riquezas não dão sentido à nossa existência e que, muitas vezes, elas podem nos roubar a felicidade! O rei não estava defendendo o consumismo, mas ensinando a aproveitar sabiamente a vida, ou em outras palavras, a acumular tesouros no céu.

É interessante notar que os tesouros dos quais Jesus fala não são coisas como dar o dízimo, fazer mais prosélitos e outros coisas de gente “espiritual”. Guardar tesouros no céu é amar o inimigo, nos livrarmos do mal e percebermos Deus no nosso cotidiano. É simplesmente aproveitar a vida de um jeito saudável.

A Bíblia inteira nos ensina a viver bem aqui e agora. Portanto, se você diz que esta vida não tem importância, negará tudo o que Jesus ensinou. Por outro lado, a Bíblia inteira nos ensina a gastar nosso tempo com coisas mais importantes que os bens materiais. Então, se você só se preocupa com coisas também está tapando os ouvidos para a mensagem de Jesus.

Aproveite a vida, acumule os tesouros do céu, como a fraternidade e o amor, e assim Deus encherá seu coração de alegria.

Anúncios