(In)tolerância religiosa

por Furoa

Um dos maiores problemas da humanidade é a intolerância religiosa. Cada grupo se isola e luta um contra o outro até que sobre apenas um vencedor. Batistas da convenção, batistas regulares, presbiterianos, católicos, muçulmanos e sikhs veem uns aos outros como o próprio diabo. Mas diabo mesmo é quem se exclui e cria divisões (dia-bólico: o que divide).

Quando os mais radicais ouvem as expressões “tolerância” e “diálogo inter-religioso”, pensam que esses termos significam concordar com a crença do outro, acham que tolerar é crer que todos estão certos. Mas essa é uma visão errada. É impossível conciliar totalmente as crenças religiosas pois elas se contradizem em vários pontos. Mas se tolerar não é concordar com a crença alheia, o que é?

Cristãos protegem muçulmanos em oração durante protestos no Cairo


Tolerar é ser humilde e reconhecer a humanidade dos outros, é saber que não somos superiores, mas estamos todos no mesmo nível, somos todos humanos.

Tolerar é lembrar que todos somos imagem e semelhança de Deus (Gn 1.27). Ninguém é inferior ou menos amado por Deus, todos temos o direito de ter direitos, de sermos tratados com igualdade.

Tolerar é lembrar da parábola do bom samaritano (Lc 10.25-37). Jesus colocou uma pessoa desprezada pelos judeus, de um outro grupo religioso, como o bonzinho da história. Se Jesus vivesse hoje, provavelmente ele substituiria o samaritano por um muçulmano e contaria a parábola do bom muçulmano.

Tolerar é fazer aos outros o que queremos que nos façam (Mt 7.12; Lc 6.31). Ninguém pode reclamar de perseguição religiosa se ele ou ela é intolerante.

Tolerar é a única forma de resolver os maiores problemas da humanidade. A fome, violência, repressão, doenças, mudança climática, etc. só serão vencidos quando pararmos de nos segregar e juntarmos forças, independente de nossas diferenças.

Muçulmanos protegem igreja cristã no Paquistão

Não precisamos nem podemos concordar plenamente com outras crenças, mas só trabalhando juntos poderemos ser discípulos de Jesus e eliminar grandes males que ainda assombram a humanidade.

Anúncios